Dying Light

A minha primeira experiência no modo multiplayer co-op do Dying Light

Pessoal, esta foi a minha primeira experiência no modo multiplayer co-op. Eu estava a jogar com outro amigo português, o Gabizi, por isso irão certamente notar que estamos a conversar durante o vídeo.


Eu comprei este jogo porque um amigo meu não parava de me dizer que este seria um daqueles jogos em que nos divertiríamos bem no modo multiplayer. E hoje em dia, é isso o que procuro num bom jogo: a possibilidade de jogá-lo com amigos no modo co-op. Dying Light permite-te fazê-lo mas apenas após uma longa intro sozinho em que terás de aprender um pequeno tutorial e verás uma introdução à história...

Não posso dizer que tenha adorado este jogo. Em certos momentos tornou-se um pouco aborrecido.
Talvez o problema principal é que, apesar de seguires a história e fazeres tudo o que os personagens principais te pedem para fazer, algumas vezes não te apercebes que precisas de ir a um certo lugar para que despoletes um pequeno acontecimento ou animação que precisas que aconteça para que possas prosseguir. E até que descubras isso podes estar um bom tempo preso no mesmo lugar. Por exemplo, existe uma parte no vídeo com uma grua num local de construção. Podes ver essa parte aqui. Eu tive algumas dificuldades em perceber que tinha de subir para o topo da grua onde o meu personagem ia subitamente ganhar vertigens / tonturas e a história iria então avançar. Por isso andei algum tempo o vídeo às voltinhas até que o meu amigo me explicou isso...

Outra coisa que me aborreceu foi o facto de alguns zombies não poderem ser mortos. Embora consigamos matar quase todos os zombies que encontramos frente a frente no nível, existem casas e lugares onde é suposto eles estarem, logo não os conseguimos erradicar. Por isso
até que eu me apercebi desse pequeno grande facto, eu estava feito louco a tentar matar os mesmos zombies dentro de uma casa... e eles levantavam-se sempre e voltavam para mais... eu estava a dar em maluco!! A sério! Podem ver um desses momentos aqui.

Não joguei desde então, embora planeie regressar ao Dying Light um dia. Eu comprei o jogo com a intenção de o jogar a fundo.
Os gráficos são porreiros. Existe todo aquele ambiente marado de um apocalipse zombie que é bem bonito e assustador às vezes.

Se gostam de jogos de zombies, este vale a pena investigar!

Sobre o Autor: nunomoc

Deixar uma resposta